Disney adere a campanha e suspende publicidade no Facebook


Conglomerado de mídia e entretenimento, que foi a maior anunciante da rede social no primeiro semestre de 2020, se une a iniciativa #stophateforprofit


Lançada em junho deste ano, a campanha de boicote a anúncios em redes sociais ‘’Stop Hate for Profit’’ ganhou um importante aliado a Disney. O conglomerado de mídia e entretenimento foi o principal anunciante do Facebook no primeiro semestre de 2020, com mais de US$ 210 milhões.

De acordo com Walt Street Journal, apesar de não ser um boicote completo ao Facebook, a Disney cortou de forma drástica o orçamento publicitário na rede social.

Em 2020, a empresa do Mickey, Stars Wars e Marvel já investiu mais de US$ 210 milhões em publicidade no Facebook apenas para divulgar o Disney+, sua nova plataforma de streaming; o Hulu, outro serviço de streaming da gigante de mídia e entretenimento, retirou toda sua publicidade do Instagram, após gastar mais US$ 16 milhões em propagandas na plataforma de abril a junho; além de canais de TV que pertencem à Disney, como ABC Family e Freeform, também retiraram publicidade do Facebook.

Mais de 1.000 empresas já aderiram a campanha ‘’Stop Hate for Profit’’, o que estima-se que o Facebook pode perder até US$ 1 bilhão. O conglomerado de mídias sociais gerou quase US$ 70 bilhões em receita com publicidades em 2019.

Campanha

A campanha ‘’Stop Hate for Profit’’ é uma iniciativa de grupos de direitos civis norte-americanos para impedir que conteúdos racistas, violentos ou falsos sejam disseminados nas redes sociais.

Para concretizar este objetivo, a campanha pede para que empresas forcem as plataformas a retirarem e impedirem estes conteúdos, através da paralisação dos investimentos em anúncios publicitários.

O Facebook anunciou que está tomando medidas para impedir estes conteúdos de ódio e irá investir alguns bilhões em medidas preventivas.

#facebook #disney #stophateforprofit #entretenimento #redessociais

LOGO TC CDR W.png