Entusiasmo, motivação e fé para liderar e vender


Conheça a trajetória profissional cheia de sucesso e recordes de Lawrence Magal, diretor nacional de vendas da WAM

Lawrence Magal


Às vezes na vida uma oportunidade aparece e temos que agarrá-la ou ela não volta mais. Isso acontece com Lawrence Magal, 34 anos, quando vendia motos e recebeu o convite para conhecer o sistema de cotas imobiliárias da WAM. Hoje, após oito anos na empresa, ele ocupa o cargo de diretor nacional de vendas, responsável por toda a parte de treinamentos e gestão das 26 salas de vendas em 14 destinos diferentes que a WAM possui no Brasil.


Neste momento de pandemia, apesar das viagens estarem reduzidas, esse acompanhamento e treinamento das operações não estão paralisados. ‘’Além de termos a UniWAM, que é nossa universidade corporativa para dar todo o suporte, realizamos meetings diários e treinamentos semanais por vídeo conferência, para a galera não perder o foco, a pegada e o entusiasmo’’, afirma Lawrence, que também enxerga o lado bom de não poder viajar. ‘’Tenho três filhas, uma de 17, uma de 10 e 3. Então, estar com elas neste momento foi um combustível a mais, pois eu ficava mais tempo fora de casa’’.


Na verdade, seu nome é Lawrence Moreira. O Magal não faz parte de seu nome de registro, mas ele garante que logo irá colocar esse sobrenome oficialmente em seus documentos. O Magal veio de seu pai, Evandro Magal, atual prefeito de Caldas Novas, que também não tem este sobrenome de nascença, mas o inseriu no seu nome oficialmente.


Seu pai já foi prefeito de Caldas Novas outras vezes e deputado estadual pelo Estado de Goiás, mas engana-se quem pensa que Lawrence teve uma vida fácil e as portas se abriram para ele por influência de seu pai. Desde o início de sua vida profissional ele trabalhou com vendas, já passando por diversos segmentos antes da multipropriedade, e ingressar na carreira política nunca fez parte de seus planos. ‘’Já tive muitas oportunidades e convites para me candidatar para vereador e deputado, mas não é o momento. Não me vejo hoje fazendo algo diferente do que faço! Sou realizado! A WAM Brasil me reconhece e me proporciona tudo o que preciso!’’.

Retomada das operações comerciais da WAM

De vendedor de motos para vendedor de cotas


Era o destino colocar Lawrence dentro do mundo da multipropriedade, pois ele não procurou trabalhar neste mercado, antes de ter o primeiro contato em meados de 2013, quando morava em Morrinhos (cidade próxima à Caldas Novas), nunca tinha escutado falar de cotas imobiliárias. ‘’Tudo começou há oito anos quando trabalhava na Honda, era um dos melhores vendedores da Honda no Brasil, com premiações. E recebi uma visita de uma consultora de vendas de multipropriedade que trabalhava no Water Park. Prestei um atendimento diferenciado, como fazia com todos os clientes, e ela acabou adquirindo uma moto comigo, e durante essa conversa ela perguntou se já conhecia o sistema de cotas’’.


Dessa conversa informal surgiu uma indicação da consultora e vontade de Lawrence conhecer o que era cotas imobiliárias. ‘’Depois de 40 dias de treinamento, percebi que aquilo era o que estava procurando, não apenas pelo lado financeiro. Foi este desafio que me fez largar tudo, estava com a carteira assinada há cinco anos, tinha um salário bom para o interior, plano de saúde, carteira fiel de clientes e um nome destaque neste segmento. Mas a WAM e a oportunidade fizeram eu me mudar para Caldas Novas com a minha família’’.


Apesar de sempre ter trabalhado com vendas, Lawrence percebeu que a venda de alto impacto era diferente de tudo que havia realizado em sua carreira, pois deveria se vender e ganhar a confiança do cliente em poucos minutos. ‘’Foi amor à primeira vista’’, diz ele. ‘’Eu sabia que tinha apenas alguns minutos para mostrar que aquele produto poderia mudar a sua vida para sempre, em todos os sentidos’’.


Lawrence era um melhores vendedores da Honda no Brasil, recebendo motos e viagens como premiações. Sua última premiação foi uma viagem de 7 dias, com tudo pago, para um resort em Manaus/AM. Durante essa viagem ele pode conhecer a fábrica da Honda, na Zona Franca de Manaus, e acompanhar um pouco do dia a dia da operação.

Início na nova profissão


O diretor de vendas da WAM iniciou de fato na sala de vendas do Hotel Privé em julho de 2013, mas apesar de já ter uma experiência anterior, demorou 25 dias para realizar sua primeira venda e, nesse tempo, a ansiedade estava tomando conta dele, que chegou a pensar em desistir por três vezes. ‘’Confesso que a partir dali tirei um peso da não venda das costas. A ansiedade foi o meu pior inimigo, pois queria que as coisas acontecessem em uma velocidade rápida, precisava dominar o meu instinto, ter um pouco mais de paciência, persistência e perseverança’’


Controlando a ansiedade, Lawrence já conseguiu ser um dos destaques daquela temporada, mesmo vendendo apenas no final do julho, e o que se viu a seguir foi um profissional que era o TOP vendedor da WAM em todos os meses seguintes.


A primeira promoção já aconteceu seis meses depois que havia iniciado na empresa, quando foi convidado a assumir um cargo até então pouco explorado pela WAM. “Fui um dos primeiros T.O’s do Brasil e o primeiro T.O oficial da sala do hotel Privé’’. No primeiro mês na nova função quebrei todos os recordes da operação de Caldas Novas, finalizei o mês com 130 vendas’’, diz o vendedor. Essa função na sala de vendas, T.O, é apenas outra nomenclatura para o closer ou fechador. Até aquela época, a WAM explorava mais o sistema de FTB.

Equipe de Caldas Novas/GO

Crescimento dentro da WAM


Após dois anos como T.O. e muitos recordes, a carreira de Lawrence recebeu mais uma promoção da WAM, ele foi convidado a assumir a gerência da sala de vendas do Náutico Praia Clube, em Caldas Novas, e depois de algum tempo no Hotel Privé.


‘’Não tive muita dificuldade em me tornar líder, pois sempre me inspirei em todos os líderes que trabalhei, tive a oportunidade de aprender com eles, pude aprender sobre o dia a dia da empresa e as responsabilidades’’, afirma o diretor de vendas, que conta que suas inspirações profissionais, ‘’as pessoas que tive mais desejo de me parecer com elas, que me modelaram’’, foram: os sócios da WAM, Waldo Palmerston, André Ladeira e Marcos Freitas; o C.O.O da empresa, Pablo Andress, e o gerente nacional de vendas, Ivan Soares.


As duas primeiras experiências à frente de salas de vendas foram sucessos de resultados e mostraram que ele era um líder diferenciado, conseguindo engajar as equipes, mesclando treinamentos técnicos e motivacionais e os levando a bater recordes atrás de recordes, de uma maneira que poucos profissionais do mercado conseguem.


‘’Eu acredito muito no entusiasmo. Eu sou um motivador nato, coloco a equipe para cima, para vibrar e ter uma identidade. Mexo muito com o psicológico, com o ego e brilho. O que faço com todas as equipes quando chego e reformulá-la, aproveitar o que tem e contratar mais pessoas, ou seja, colocar alguns tubarões no meio de sardinhas, para incomodar de fato e tirar as pessoas de suas zonas de conforto. E uma estratégia inflada. Para não ficar na mão de um ou outros consultores. Logo após essa reformulação, gosto muito de treinamento e laboratório’’, explica Lawrence.


Ele ressalta o significado da palavra entusiasmo em latim e sua definição no dicionário – Deus dentro de nós. ‘’Se tenho Deus dentro de mim, tenho que entender que já sou um vencedor. A minha autoestima e autoconfiança têm que estar elevadas. Eu nunca vi Deus perder nenhuma batalha. Quando leio a Bíblia, eu vejo um Deus poderoso, soberano, vencedor e encorajador, capaz de realizar nas nossas vidas muito mais daquilo que pedimos ou pensamos. Isso me fez tornar um ser humano, um pai, um esposo e um líder mais forte, com muito mais entusiasmo, foco, alegria e gratidão’’.


Lawrence Magal: motivação e fé


Porto Seguro: o maior desafio


Essa sucessão de recordes o levou para o seu maior desafio: assumir a sala de vendas em Porto Seguro/BA, que já não batia suas metas há algum tempo. ‘’Quando fui convidado para ir para Porto Seguro, a minha esposa tinha acabado de perder nosso filho de 5 meses de idade e estávamos de luto. O André e o Pablo me falaram que aquela se tratava de uma grande oportunidade, tanto para minha vida pessoal, financeira e para a carreira dentro da empresa. Confesso que não foi fácil aceitar esse desafio, mas fui para lá com minha família. No primeiro mês superamos a meta e foram 23 meses de recordes consecutivos’’.


Meeting em Porto Seguro/BA


Implantação gestão com mais motivação


Desde que assumiu o cargo de diretor nacional de vendas, Lawrence, junto ao gerente nacional de vendas, Ivan Soares, além da gestão das salas de vendas, têm o desafio de treinar as lideranças para serem motivadores ‘’Meses atrás, nós criamos alguns procedimentos e métodos que estão sendo levados e ministrados em todas as nossas operações. Entre eles, o MANUAL DE MEETING, para auxiliar os líderes a elaborarem meetings com muita alegria, energia, técnica e entusiasmo; e o ACOMPANHAMENTO DIÁRIO, que é sobre a importância de o líder ter uma visão de águia e acompanhar tudo o que acontece na sala’’, conta.


O diretor de vendas conta que desde o início do novo treinamento os líderes cresceram exponencialmente no aspecto motivacional. ‘’A essência da WAM é de muita energia e vibração. Isso a WAM não pode perder’’.


‘’Sou muito grato por ter a confiança dos sócios da WAM, mas não quero parar por aqui. Quero continuar crescendo, consolidar mais a minha carreira, acompanhar o mercado, assumir desafios maiores e, o mais importante neste momento, e continuar a ter a confiança da empresa e ter ao meu lado pessoas que continuem me inspirando a querer sempre algo mais’’, finaliza Lawrence Magal.

Equipe de Olímpia/SP

#wam #multipropriedade #cotasimobiliárias #perfil

LOGO TC CDR W.png