SINDEPAT destaca conquistas e desafios ao completar 17 anos


Associação chega a 38 afiliados e ressalta importância do associativismo em meio à crise


Murilo Pascoal, presidente do Sindepat


Criado há 17 anos com 12 associados, o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (SINDEPAT) chega a 2020 com 38 empresas associadas, importantes conquistas e grandes desafios pela frente, em meio ao cenário de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.


“Nesses 17 anos de SINDEPAT tivemos uma série de vitórias. Abrimos caminho na interlocução com diferentes esferas governamentais, apresentando a força econômica da nossa indústria, importante geradora de emprego e renda na cadeia turística”, lembra o presidente do SINDEPAT, Murilo Pascoal.


Uma das principais conquistas do setor ocorreu no final do ano passado, com a aprovação da isenção do imposto de importação para compra de equipamentos, pleito da associação desde sua criação. A isenção permanente do imposto foi aprovada no âmbito do Mercosul, eliminando então um dos principais obstáculos para o desenvolvimento dos parques temáticos e aquáticos.


“Esse era um antigo pleito, de nosso primeiro presidente, Marcelo Gutglas, e de seu sucessor, Alain Baldacci, que foi um líder de todo o setor de parques e da indústria turística à frente do Sindepat. A isenção veio na minha gestão, mas foi uma consequência dos esforços dos meus antecessores”, diz o presidente.


“Acreditamos no Brasil como a próxima fronteira de desenvolvimento dos parques. Para isso se concretizar, era fundamental contar com essa isenção, uma vez que a cobrança do imposto chegava a dobrar o valor dos equipamentos”, completa. A isenção entrou em vigor em janeiro deste ano, mas o fechamento dos parques e atrações em meados de março fez com que o usufruto dos benefícios da medida fosse postergado.

Novos associados

Demonstrativo do poder e confiança no associativismo foi a chegada de dois novos afiliados ao SINDEPAT neste período de atrativos fechados. O Oceanic Aquarium, de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, e o Parque Vila Velha, em Ponta Grossa, no Paraná, associaram-se em junho e julho, respectivamente.


Para o presidente-fundador do SINDEPAT, Marcelo Gutglas, a troca de experiências como resultado da confiança e amizade nascida entre os associados é hoje o principal ativo da entidade. “Temos uma união que faz com que o sucesso de um passe a ser o sucesso de todos. Por isso acredito que seremos capazes de sair deste cenário de pandemia mais fortes do que entramos”, defende Gutglas.

A importância do setor

O SINDEPAT nasceu com a determinação de educar o poder público, a imprensa e o mercado de modo geral sobre a importância do setor de parques temáticos, aquáticos e atrações turísticas, bem como atualizar todos os players sobre inovações e tendências desse setor.


Com esse objetivo, em 2018 foi realizada a primeira edição do SINDEPAT Summit, no Wet´n Wild, em São Paulo. Foram mais de 300 participantes de 11 países, com a apresentação de 21 showcases e seis painéis sobre a indústria global de parques temáticos e atrações; as perspectivas de mercado no Mercosul; e a inovação em parques. No ano passado, o segundo SINDEPAT Summit foi realizado em Brasília, tendo inovação, sustentabilidade e tecnologia como temas. O evento reuniu mais de 350 pessoas, com destaque para a participação de lideranças parlamentares e do Poder Executivo.

Sindepat Summit 2019


Responsabilidade social

O SINDEPAT sempre teve a consciência de sua importância na vertente da responsabilidade social. Entre as ações anuais que promove estão o Dia Nacional da Alegria (DNA) e o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência (DNPD). Nessas duas ocasiões, os associados abrem suas portas gratuitamente para crianças carentes, no primeiro caso, e para pessoas portadoras de deficiência, sejam crianças ou adultos.


No ano passado, 15 mil visitantes participaram do DNPD, em dezembro. No DNA, em abril, foram mais de 25 mil participantes. As 12 edições já realizadas do DNA beneficiaram 400 mil crianças carentes, entre 6 e 12 anos. O DNPD já teve dez edições e, nesse período, recebeu mais de 150 mil participantes. Ambas ações têm o apoio da Adibra.

Em meio à pandemia

Assim que tiveram de ser fechados, os parques e atrações turísticas iniciaram campanhas de mobilização solidária em prol das comunidades em que estão inseridos. Entre os resultados, estiveram a arrecadação de mais de 110 toneladas de alimentos e distribuição de cestas básicas e kits de higiene nos oito Estados em que estão os associados, além de ações pontuais, como entrega de cestas básicas a guias de turismo, e campanha de estímulo à doação de sangue.


Para incentivar as pessoas a ficarem em casa durante a pandemia do novo coronavírus, o SINDEPAT, em parceria com a Adibra, lançou o site Amo Parque, no início de maio. A página reúne a oferta de entretenimento on-line dos associados de ambas entidades. A programação é variada e vai das lives, sucesso da quarentena, a receitas de cozinha, aulas de ioga e muitas dicas de brincadeiras com crianças.


Ciente de que o turismo doméstico será o motor da retomada das viagens após a pandemia, o SINDEPAT liderou campanha de estímulo às viagens pelo Brasil, a #ViajePeloBrasil, reunindo o apoio de mais de 20 associações do trade turístico. A peça principal da campanha é um vídeo de cerca de um minuto, disponível para download no canal do SINDEPAT no YouTube.

Parques associados

Alpen Park (RS)

Beto Carrero World (SC)

Kidzania São Paulo (SP)

Mirabilândia (PE)

Parque da Mônica (SP)

Playcenter Family (SP)

Snowland (RS)

Aldeia das Águas (RJ)

Barretos Country Resort (SP)

Beach Park (CE)

Blue Park For (PR)

DiRoma Aqua Park (GO)

Hot Beach Olímpia (SP)

Hot Park – Rio Quente Resorts (GO)

Magic City (SP)

Novotel Itu Golf & Resort (SP)

Tauá Resort & Convention (SP)

Valparaíso Acqua Park (MA)

Wet´n Wild (SP)

AquaRio (RJ)

BioParque do Rio (RJ)

Bondinho Pão de Açúcar (RJ)

Bontur Aparecida (SP)

Mauricio de Sousa Produções (SP)

Oceanic Aquarium (SC)

Paineiras-Corcovado (RJ)

Parque Capivari (SP)

Parque Nacional do Iguaçu (PR)

Parque Unipraias (SC)

Parque Vila Velha (PR)

Rio Star (RJ)

Trem do Corcovado (RJ)

E os fornecedores do setor: Quanta DGT, WhiteWater West, ProSlide, Jeff Ellis & Associates, Vekoma Rides Manufacturing e PolinWaterparks.

Fonte: Sindepat

#sindepat #turismo #parques

LOGO TC CDR W.png